Um tema tão interessante quanto agradável para as crianças.Aprender, ver, ouvir, comentar sobre animais é sempre algo que as cativa e as faz ficar entusiasmadas, curiosas.

Mandamos uma pesquisa como lição de casa na qual os alunos precisavam coletar informações sobre seus animais de estimação ou, para quem não os tinha, o animal de algum familiar, vizinho ou amigo.

As informações que deveriam buscar eram simples, mas renderam ótimas conversas e, consequentemente, o exercício da oralidade.

No momento da socialização, pedi que cada criança falasse sobre sua pesquisa para os outros colegas e, além disso, contasse mais um pouquinho sobre o animal pesquisado, uma brincadeira ou brinquedo preferido, se morde, se gosta de correr e pular, entre outras informações.

Foram muitas histórias e as fotos enriqueceramnossa discussão, tornando este momento ainda mais marcante. Com as fotos e as legendas escritas pelas crianças montamos o painel dos animais de estimação do 1º ano D.

Abaixo alguns exemplos deste trabalho tão rico e significativo para os alunos.

“Ensinar oralidade na escola não é ensinar a fala cotidiana. Envolve a linguagem formal. Por isso, como qualquer outro conteúdo curricular, deve ser ensinada na escola de forma planejada e sistematizada… O trabalho com a oralidade tem como objetivo desenvolver as habilidades linguísticas de falar e de escutar.”

Heloisa Cerri, consultora pedagógica da Fundação Victor Civita.

Professora Melissa Mendes[nggallery id=1383]

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *