“Poesia é quando uma emoção encontra seu pensamento e o pensamento encontra palavras.”
(Robert Frost)

Recebemos um convite da Andrea e da Patricia para um encontro no pátio. Era uma surpresa! Algo bem diferente… Uma gaiola.
Dentro desta gaiola havia várias poesias e pudemos escolher uma. A poesia escolhida foi “A Lua no Cinema” de Paulo Leminsky:

A Lua no Cinema

A lua foi ao cinema,
passava um filme engraçado.
Era a história de uma estrela
que não tinha namorado.

Não tinha porque era apenas
uma estrela bem pequena,
dessas que, quando apagam,
ninguém vai dizer, que pena!

Era uma estrela sozinha,
ninguém olhava pra ela,
e toda a luz que ela tinha
cabia numa janela.

A lua ficou tão triste
com aquela história de amor,
que até hoje a lua insiste:
Amanheça, por favor

(Paulo Leminski)
[nggallery id=462]

Ouvimos a poesia, ficamos empolgados e resolvemos representá-la através de desenhos.
Então fomos ao ateliê e escolhemos o material que gostaríamos de usar: diferentes tipos e tamanhos de papéis, canetinha, lápis de cor, giz de cera e tinta.

“A poesia fala da lua, então eu vou desenhar a lua” (Rafaela)
“A minha lua vai ser bem brilhante igual à lua de verdade”
(Giovanna S.)
“Eu vou fazer uma estrela e vou pintar de tinta azul”
(Davi)
“Eu quero fazer uma lua e uma estrela”
(Gustavo)
[nggallery id=463]


A gaiola ficou pendurada na nossa sala e como tinham muitas poesias resolvemos compartilhar com outro grupo. Escrevemos um convite para a turma da professora Débora, pois gostaríamos de contar a eles sobre a gaiola, mostrar nossos desenhos e recitar a poesia.
Preparamos e organizamos esse momento. Escolhemos tecidos, estendemos o tapete e assim tornamos o ambiente super agradável e aconchegante.

“Podemos colar nossos desenhos na roupa, como se fosse uma fantasia!” (Júlia)
“Pega naquela ponta que eu vou pegar nessa.”
(Bianca)
“Isso esse tecido brilhante vai ficar lindo.”
(Giovanna B.)
“Eu quero este pedaço de tecido aqui, bem grande!”
(Lorenzo)
[nggallery id=464]


Aguardamos muito por este momento e finalmente pudemos contar para os outros amigos sobre a gaiola. Mostramos os desenhos e representações da poesia escolhida e ouvimos juntos, a professora recitá-la.
[nggallery id=465]


A turma da professora Débora também escolheu uma poesia e compartilhou a leitura conosco. Agora a gaiola vai ficar com eles…

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *