A transformação é um processo natural que ocorre com todos os seres vivos. Os alunos dos 4º e 5º anos do Integral da manhã vivenciaram algumas experiências para verificar tais mudanças. Percebendo as mudanças que estão acontecendo com o corpo, o crescimento e amadurecimento, os alunos desenvolveram um projeto sobre a transformação. O maior objetivo desta atividade era levar o aluno a valorizar sua origem e conhecer sua história e a si mesmo, reconhecer as diferentes etapas da vida, além de aprender a respeitar os demais com suas particularidades e características.  Observaram diferentes exemplos da transformação, como o grão de milho virando pipoca, o desenvolvimento do pé de feijão e compararam as fotos de quando eram bebês com fotos atuais. Organizamos um mural com estas fotos dos alunos sob o título “Adivinhe quem sou eu”.  Em seguida, eles relataram quais foram os indícios (traços do rosto, olhar, sorriso etc.) que os ajudaram a descobrir quem era quem. Listaram as principais mudanças físicas observadas e lançaram uma pergunta: “Por que essas mudanças ocorreram”?

O resultado final foi que cada um colocou suas expectativas para quando forem mais velhos: ”como seremos no futuro?”

Assim, eles refletiram em diferentes momentos e por meio de vivências diversificadas, quais são as transformações que passam os seres humanos nas diferentes fases da vida.

Jaime Baratz, mestre em Educação e docente da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), reforça que falar do tempo com as crianças não é simplesmente organizar uma série de fatos em antes, durante e depois. “É preciso pensar no que ocorre agora para que elas compreendam o tempo como algo complexo, cheio de sucessões, durações e simultaneidades”

Professora auxiliar – Silvia Matumoto[nggallery id=670]

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *