“É a pesquisa que alimenta a atividade de ensino e a atualiza frente à realidade do mundo. Portanto, embora seja uma prática teórica, a pesquisa vincula o pensamento e ação. Ou seja, nada pode ser intelectualmente um problema, se não tiver sido, em primeiro lugar, um problema da vida prática.”

                                   Maria Cecília de Souza Minayo

 Interessados pela pesquisa sobre os animais, os alunos do 1º ano B queriam conhecer o peixe espada. Para isso, sugeri ao grupo que buscassem informações sobre as características e curiosidades desse animal.

Procuramos informações em diversos livros, revistas e na internet. Durante a pesquisa observamos que as imagens do peixe espada que encontrávamos eram diferentes da que tínhamos como referência no livro Abrapracabra.

Intrigados, os alunos diziam…

“Esse não é o peixe-espada que queremos.”

“Ele é diferente do livro.”

“Ele não tem aquela espada no nariz.”

Para solucionar estas e outras questões, pedimos para a professora Janaína de Ciências nos ajudar nessa tarefa.

No dia combinado nos reunimos e tivemos uma grande surpresa! No laboratório, Janaina nos explicou que o peixe que denominamos peixe-espada é na realidade chamado de espadarte e que é comum às pessoas confundirem os nomes das espécies. Eles são peixes diferentes e ela nos mostrou as diferenças, vejam quais são.

Adriana Poian

Scaner do caderno com os registros + fotos

[nggallery id=1355]

 

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *