O Integral do Grupo Azul realiza um estudo sobre “Land Art”, que são obras de arte confeccionadas com elementos da natureza. A fim de arrecadar elementos para produzirem as obras, as crianças embarcaram em um passeio para o Parque Chico Mendes.

O entusiasmo das crianças foi nítido, pois logo que chegaram à escola pela manhã e durante todo o caminho conversaram, super animados, sobre o Passeio. Ao chegarem à rua do Parque, algumas crianças identificaram o lugar e disseram:

“É aqui! Já chegamos.”

 

Quando desceram do transporte, as crianças notaram elementos da natureza pelo chão e queriam recolhê-los, mas ainda realizariam um delicioso piquenique.

 

Então, todos ajudaram a estender a toalha, distribuíram os lanches e desfrutaram de um momento muito especial diante da natureza.

[nggallery id=1254]

 

Ao terminarem o piquenique, recolheram tudo, jogaram o lixo fora e partiram à procura de elementos da natureza.

GD_7944

 

 

Cada criança recebeu sua própria sacola para colocar os elementos que achassem necessários.

[nggallery id=1255]

 

O Enrico não quis sacola, pois quis ajudar o amigo a recolher os elementos.

“Eu não quero sacola. Vou fazer junto com o Michel.” (Enrico)

[nggallery id=1262]

 

As crianças estavam envolvidas, apreciando e explorando cada parte daquele lugar, que para eles parecia imenso.

“Estamos na floresta.” (Theodoro)

“Vamos trabalhar.” (Ector)

[nggallery id=1256]

 

Em pouco tempo, as sacolas estavam cheias e algumas até pesadas, porém as crianças fizeram questão de carregá-las e para isso encontraram meios para o fazer. Algumas crianças passaram a arrastar as sacolas e outras mostraram a riqueza de sua essência ao ajudar um amigo, pois descobriram que juntos eram mais fortes.

[nggallery id=1257]

 

Na busca pelas pinhas descobriram algo mais divertido. As crianças encontraram uma espécie de palha que é produzida pelos pinheiros. E adivinhem só? Em poucos minutos, todos estavam juntando e jogando-a para o alto, e jogando uns nos outros, ao que deram o nome de chuva.  A alegria, das crianças e professoras, foi notável, pois também entraram na brincadeira.

[nggallery id=1259]

 

Após brincarem com a “chuva”, as crianças encontraram um tronco de árvore bem grande e queriam levá-lo para a Escola.

“Vamos levar. Vamos trabalhar juntinhos.” (Theodoro)

Mas o tronco não caberia no carro. Então, encontraram outro um pouco menor.

“Podemos levar este então?” (Theodoro)

[nggallery id=1261]

 

            Após a busca aos elementos, as crianças brincaram no parque. Correram em direção aos brinquedos, e seus sorrisos transpareciam a felicidade e a liberdade. Elas se divertiram muito!
[nggallery id=1258]

 

            Mesmo na hora de ir embora, a diversão e o encantamento ainda não havia terminado. Um caminhão de bombeiros passou bem na frente das crianças! Foi como se elas estivessem vendo super-heróis. Todos sentaram na escada, observando atentamente o movimento do caminhão e até trocaram algumas palavras e gestos com os bombeiros.

 

“Está pegando fogo em algum lugar?” (Isabella)

“Não, não…” (Disse o bombeiro, acenando e rindo para os pequenos)

[nggallery id=1260]

 

            Enquanto esperavam pelo transporte sentaram na grama para descansarem, um pouco, e tomarem suco. Fazendo o caminho de volta, as crianças não queriam o fim do passeio. Diziam que, queriam ficar no parque ou passear mais um pouco.

“Prô, a gente está indo mesmo para a escola?” (Pedro R.)

IMG_8316

 

Alguém ainda tem dúvida do quanto adoraram o passeio?

[nggallery id=1263]

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *