“Essa viagem foi uma oportunidade única! O quilombo e as cavernas, você não consegue visitar todo dia! Saber como funciona a vida no quilombo foi uma experiência diferente e interessante. Ver como eles sobrevivem sem tantas coisas que fazem parte do nosso cotidiano, como a internet fez refletir sobre a forma que nós pensamos ( nós pensamos em tudo que é nosso e eles pensam  no grupo inteiro).

Nas cavernas, colocamos o que aprendemos em prática. Foi como se tudo que a professora falasse estivesse  em 3D, diante de nossos olhos, experiência mágica”.

Helena de Freitas Benar – 8°C

 

 

O PETAR deu a nós a oportunidade de conhecer o cotidiano da comunidade quilombola, algo que nunca faríamos por conta própria, mas que aumentou a nossa experiência e forma de ver o mundo. Entrar nas cavernas, respirar aquele ar puro naquela área preservada e repleta de história em cada pedra, em cada árvore…foi inesquecível! Vivenciar tudo com os amigos só tornou a viagem mais divertida!”.

Beatriz Calheta – 8°A

 

“Foi uma experiência muito boa ir ao PETAR porque não é todo dia que é possível dormir em um quilombo ou entrar em cavernas. Além de saber como os quilombolas vivem, pudemos ver o que eles fazem para sobreviver. As escuras cavernas com suas estalactites, estalagmites e outras formações rochosas são um espetáculo à parte. Foi legal também passar pelos obstáculos das cavernas e pequenos espaços”.

Arthur Almeida – 8°A

[nggallery id=810]

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *