A disposição para o primeiro Encontro Filosófico de 2013 da Escola Villare transformou a chuva em contexto propício, o barulho em grandiloquência e a falta de espaços públicos cobertos para a reunião em evidência. A Caça, filme dinamarquês do diretor Thomas Vinterberg, foi o disparador do diálogo que reuniu cerca de 40 alunos e ex-alunos do Ensino Médio no vão livre do MASP.

cartaz-oficial-em-portugues-do-filme-dinamarques-a-caca-de-thomas-vinterberg---poster-nacional-1363733708770_738x1080O drama narra a história de um professor de Jardim de Infância de uma pequena cidade da Dinamarca acusado de mostrar as partes íntimas para uma de suas alunas. Os boatos, rumores, olhares, agressões transformam a vida do professor em medo, insegurança e solidão. Palavras como indignação, injustiça, raiva motivaram uma intensa discussão acerca da necessidade de se construir um discurso sobre o real, da justiça não se restringir às instituições oficiais, dos ritos de passagem para a vida adulta, da construção das personagens e seus dilemas e, por fim, da caça por culpados. Aquela pequena cidade marcada pela tradição da caça, o divisor de águas entre meninos e homens, estará sempre alerta para o retorno dos animais acuados pela constante vigilância.

Já escurecia quando o silêncio da rica reflexão precedeu as palmas e os sorrisos por mais um encontro da filosofia com o espaço público. Aos alunos e ex-alunos, o nosso caloroso agradecimento.

[nggallery id=314]

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *