Primeiros dias na Escola

É tempo de acolhimento para famílias e crianças, momento de encontrar amigos antigos, de receber os novos e, entre abraços, se apropriar e se aproximar dos educadores, dos espaços e dos grupos. 

Aos poucos, as crianças constroem vínculos com todos que fazem parte do seu dia a dia no ambiente escolar. 

Selecionamos alguns momentos que revelam essas relações.

 Coordenação Pedagógica


II Encontro Cultural 2019

Nosso II Encontro Cultural aconteceu no último sábado. Familiares, crianças e equipe da escola experimentaram diferentes materiais organizados em cenários de aprendizagens.

Foram momentos de importantes relações e investigações que proporcionaram inúmeras possibilidades.

Aprecie um pouco desse dia especial!

UM DIA BEM ESPECIAL – Dia das Crianças

“Ser criança é acreditar que tudo é possível, é ser inesquecivelmente feliz com pouco. É tornar-se gigante diante de pequenos obstáculos.

Ser criança é fazer amigos antes de saber o nome deles. É conseguir perdoar muito mais do que brigar.

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida todos os dias”.

(autor desconhecido)

O Dia das Crianças na escola foi muito feliz, comemorado com Gincanas bem divertidas: dança da laranja, corrida do jornal, dança dos bambolês, equilíbrio de bolinha na colher, circuitos e competição de encher os recipientes com água.

O Espaço de Criação foi cuidadosamente ambientado para a história “Por que o sapo não tem rabo?” apresentada pelos auxiliares pedagógicos do Integral.

Para o Berçário, os professores Jéssica e Ricardo, apresentaram o momento musical especial, com a participação das educadoras.

E não faltou um lanche bem gostoso para completar o dia!

Coordenação

Obra Abaporu – Grupo Azul – Prof.ª Natália

As crianças do Grupo Azul adoram o jornal infantil “Diarinho”, suas diversas reportagens, adivinhas e histórias em quadrinhos. Em um dos contatos com o jornal, a reportagem sobre Tarsila do Amaral chamou a atenção e começaram a pesquisar sobre suas obras.

Descobrimos que Abaporu é a mais famosa obra pintada a óleo, feita em 1928, para presentear o marido, o escritor Oswald de Andrade, em seu aniversário. E que as cores usadas parecem ter uma referência à cultura brasileira, pois há destaque para o verde, o amarelo e o azul, predominantes na bandeira do Brasil.

Durante a observação da obra as crianças questionaram e comentaram:

“Por que o pé dele é tão grande?” (Pedro)

“Ele está pelado?” (Lorena)

“Ele está triste olhando para a planta” (Arthur)

“Ele está no jardim tomando um sol” (Dante)

“Por que a cabeça dele é tão pequena?” (Alícia)

Para representar a obra, fizemos uma releitura com as próprias crianças no lugar do “homem sentado”.

O interesse está grande e pretendemos fazer novas releituras, aguardem.

Professora Natália

Protegido: Férias de muita diversão! – Infantil

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Encontros e reencontros – Educação Infantil

No período de adaptação as crianças são convidadas a explorarem espaços e materiais, e gradativamente ampliam possibilidades de relações.

 

Aos poucos constroem vínculos com todos que fazem parte do seu dia a dia, com o suporte das lembranças da família e objetos importantes para elas. Por isso, para as crianças menores, ter um familiar por perto nesse período é bem importante.

 

As crianças maiores ficam mais seguras e sentem-se mais confortáveis com os novos professores e amigos, construindo os vínculos de forma mais fácil e rápida, devido a autonomia que foram conquistando ano a ano.

 

Selecionamos alguns momentos que revelam o quanto essas relações já estão fortalecidas.

 

Coordenação Pedagógica

 

Ler é mais 2018 na Educação Infantil

Aconteceu em agosto, na Educação Infantil, o Projeto “Ler é mais – Rituais para ler: afetos e memórias”, que estimulou a leitura e o cuidado na preparação dos espaços que valorizam esses momentos.

Rituais para contar, para anunciar uma história diferente, para compor o espaço, para encantar as crianças e adultos!

Foi um mês cheio de rituais diferentes que deixaram os ambientes delicadamente planejados para uma viagem imaginária.

Acompanhem as ações que aconteceram e fortaleceram os momentos de leitura e marcaram momentos de integração entre crianças e funcionários da Escola.

Os últimos dias de férias continuaram a todo vapor

As férias acabaram, mas foi muito divertido! As crianças brincaram, ouviram muitas histórias, saborearam culinárias diferentes, dançaram e muito mais!
O Grupo Verde preparou um painel inspirado nas obras de Yayoi Kusama que depois foi usado como estúdio fotográfico para poses bem divertidas!

 

A sala de construções inspirou os pequenos a realizarem suas obras:

 

Na sala de luz negra brincaram e se fantasiaram com acessórios fluorescentes:

 

Uma sorveteria “de massinha”, repleta de sabores deliciosos, foi montada na Vila:

 

Jogos e brincadeiras continuaram com força total:

 

A Villare Dance não podia ficar de fora dessa temporada de diversões! As crianças curtiram os hits infantis:

 

E aqui choveu muito! Na sala da chuva as crianças inventaram novas brincadeiras:

 

E os bebês se encantaram com a beleza das flores e seu aroma:

 

Com direito a friozinho na barriga, a aventura radical Villare Roller Coaster foi inesquecível:

 

O Show de Mágicas envolveu todo o Grupo Verde! Será que as crianças desvendaram os mistérios?

 

E então, encerramos este mês pra lá de especial com  o Teatro de professores e de crianças também:

 

Férias na Villare é sinônimo de diversão!

As férias de julho começaram e nós preparamos uma programação especial para receber as crianças.

Por aqui está acontecendo muito coisa… Faça calor ou frio, a diversão é garantida: Spa Villare, cabanas para histórias, para descobrir mistérios e para relaxar, brincadeiras populares, como mãe da rua, queimada, elefante colorido, balança caixão, bambolê…

A sala de caça aos bichinhos, sala de praia, vulcão de cores, massinha caseira, brinquedos, histórias e músicas para o berçário também fizeram parte da primeira quinzena de férias.

E não podia faltar o almoço especial “Mangia che te fa benne”! Macarrão à bolonhesa, frango, salada de tomatinho cereja, suco de uva e de sobremesa uma adaptação de tiramissú e frutas picadas.

Nossos atores arrasaram! As educadoras do Grupo Amarelo prepararam uma história com luz e sombra.  No Grupo Verde apresentaram “Um lobo na prefeitura”, a apresentação das crianças ficou por conta do Grupo Azul com histórias usando fantoches criados por elas.