Jogos na aula de História – 9º ano

Quais são as atribuições e responsabilidades do Poder Judiciário? O que faz um vereador? O que é federalismo? Quais são as responsabilidades do governador?

Nas aulas de História os alunos e alunas do nono ano estão buscando a resposta para essas perguntas por meio de jogos.

No dia 19/02, nossos alunos foram convidados a jogar os jogos “Cargos e Cargas” e “Esferas de Poder” produzidos pela organização Fast Food da Política.

Atividade de Matemática: Encontrar o Pi – 8º ano

Em busca do Pi. Os alunos dos oitavos anos fizeram uma atividade para descobrir o Pi. Como assim ? É só medir o comprimento de uma circunferência e dividir seu diâmetro.

Leitura no Domo – 7º ano

Os alunos do 7º ano realizaram uma deliciosa leitura no Domo: Os Cavalinhos de Platiplanto.

Aula de Ciências – 7º ano

Os alunos do 7º ano na aula de Ciências estudaram a classificação dos seres vivos usando botões.

Trabalho de levantamentos de critérios de classificação para associar ao trabalho científico que desenvolveu a área de taxonomia na Biologia.

Atividade de Arte – 7º ano

Alunos se apresentando de forma diferente, representando através de desenhos, suas ideias e seus pensamentos.

Espaço Colaborativo

Um jeito diferente de aprender!

Nos espaços colaborativos da Escola Villare os alunos são incentivados a trocar experiências, partilhar recursos e trabalhar juntos na construção dos saberes.

Tie Dye – Integral

Durante as férias os alunos do Integral do Fundamental II se arriscaram na arte do “Tie Dye“, do inglês amarrar (tie) e tingir (dye), criando padrões de cor nas mais variadas formas e com ótimas surpresas no resultado final! #tiedyeshirt

Férias do Integral do Fund II

Nas férias, os alunos do integral produziram muito!

Fizeram um jornal editado por eles, também com notícias inventadas por eles, na culinária, fizeram pizza, uma oficina de slime e uma atividade de recreação de bolhas de sabão com as mãos.

Confira abaixo fotos e o vídeo do jornal.

Mostra Cultural Fundamental II e Médio 2019

No dia 19.10.2019, nossos alunos protagonizaram a Mostra Cultural 2019: Cenários de Aprendizagem.

Tratou-se de um cuidadoso trabalho de apresentação pública dos projetos desenvolvidos ao longo do ano, organizados por nossa equipe docente, tanto no Currículo Nacional quanto na Educação Bilíngue.

Por fim, o envolvimento de nossos professores e de nossos alunos, a presença de nossa comunidade escolar, bem como a relevância social e acadêmica dos saberes construídos merecem destaque especial.

Museu da Imigração – 9º Ano

Como parte de um trabalho interdisciplinar, nossos alunos e alunas do nono ano tiveram a oportunidade de visitar o Museu da Imigração do estado de São Paulo. A proposta de conhecer esse importante patrimônio paulistano partiu de um projeto que tem como tema a “felicidade”. Durante as aulas, foram discutidas diferentes problemáticas e definições para o tema e, a partir daí, surgiu a intenção de apresentar o produto dessas reflexões por meio de um museu. Na disciplina de Produção de Texto, nossos estudantes aprofundaram o conceito de museu e passaram a refletir sobre seus usos e significados na contemporaneidade. Junto a isso, vinha sendo desenvolvido uma sensibilização sobre o motivo que leva pessoas a se deslocarem pelo mundo, o que muitas vezes está vinculado à busca pela felicidade, tendo como exemplo a instalação artística “UNPACKED: Refugee Baggage” (algo como Descompactado: bagagem de refugiados), em que as malas com reproduções das antigas casas desses refugiados são acompanhadas das narrativas de suas histórias para sensibilizar o visitante. A visita ao Museu da Imigração permitiu que os alunos aprofundassem a reflexão sobre esses temas.

Construído no século XIX para servir de hospedaria temporária aos imigrantes que chegavam ao estado, o Museu da Imigração promove o debate sobre a questão migratória ao conectar passado e presente e ao representar essa interseção em seus espaços. A visita ao museu, permitiu que nossos alunos tomassem contato com uma nova concepção de projeto museológico e com novos conceitos de interação artística. 

No piso superior, uma obra de arte chamou a atenção de nossos alunos. Portas brancas abertas, algumas fechadas. Trancas, umas mais altas, outras mais baixas. Essas eram as partes que compunham a instalação “Chegar é nunca chegar”, de Nicolás Llano Linares. A interatividade e a abertura para interpretação sobre a obra despertaram o interesse e abriram espaço para que nossos alunos refletissem sobre diferentes formas de promover a interação do público com objetos e obras expostos em um museu.

A questão migratória emergiu em nossas discussões durante a visita ao espaço, pudemos questionar os motivos, o sentido e as dificuldades do migrar. Na exposição permanente, a parede com sobrenomes entalhados na madeira produziu uma identificação e inspirou ainda mais nossos estudantes na tarefa que tinham pela frente, a de construir uma representação artística para o conceito de felicidade.