Manhã de Jogos e Invenções – Ensino Fundamental I

Por que será?

Porque os Jogos nos desafiam a ir além…

Porque colocar “a mão na massa” provoca os nossos sentidos!

Talvez porque os Jogos alimentem nosso sentimento de fraternidade…

Ou ainda porque inventar nos coloca em movimento!

Enfim, não importa o motivo. Talvez por tudo isso a Manhã de Jogos e Invenções tenha sido um encontro memorável.

 

Mais uma vez, obrigado às famílias que se uniram, jogaram e inventaram tanto neste sábado, 6 de maio!

Vocês nos marcaram com imagens incríveis!

Visita à Biblioteca Paul Harris – 1ºs anos

Ao visitarmos a sala de leitura pública de São Caetano do Sul percebemos que podíamos ir além dos espaços de leitura da nossa escola e assim, reconhecermos um lugar diferente que também oferecia possibilidades variadas aos leitores.

Durante a visita percebemos a enorme quantidade de livros, seus cheiros, todos ordenados por ordem alfabética, portadores de diferentes gêneros, muitas revistas, jornais e gibis.

Fomos recebidos com carinho pela Ana Maria, responsável pelo espaço e descobrimos muitas informações importantes, entre elas que a sala de leitura, que em 2015 comemorou 61 anos, já funcionou no Espaço Vitória, nos anos 50, depois no prédio da Câmara Municipal e, desde abril de 2002, está na sede atual, no Bairro Santa Paula.

Ao subirmos as escadas da sala de leitura, nos deparamos com algumas contadoras de histórias que nos aguardavam e nos recebíamos com músicas e brincadeiras.

Ouvimos deliciosas histórias como “O caso do bolinho” obra da escritora Tatiana Belinky entre outras. Participamos, cantamos e viajamos na imaginação.

Descobrimos também, que na sala de leitura Paul Harris pode pegar livros por empréstimo e até mesmo trocar livros por outros que estão disponíveis.

Pedimos alguns livros emprestados de apoio aos nossos projetos, como por exemplo: em ciências – algo sobre o tema Germinação.

Voltamos cheios de informações importantes e incentivados para explorar cada vez mais este universo literário.

 

Poesia é… Brincar com as palavras 

como se brinca com bola,

papagaio, pião.

Só que bola, papagaio, pião

de tanto brincar se gastam.

As palavras não…

 

(José Paulo Paes)

 

 

 

Muitas escolhas no Integral!

Oficinas que abordam diferentes linguagens

Ter oportunidade de escolher aquilo que se quer aprender é base para a organização das oficinas que complementam a rotina das crianças que permanecem no período integral.

Em grupos mistos, compostos por crianças do 1º ao 5º ano, são propostos desafios muito variados, abrangendo diferentes linguagens expressivas. Os alunos podem escolher entre modelagem e bordado, teatro, fotografia, jardinagem, truques de mágica, padaria, criação de bijuterias, histórias, música, tecnologia. São múltiplas ações, que têm oferecido às crianças um universo de experiências extremamente rico, além de relações intensas com o conhecimento.

Não há limites na experiência proposta às crianças, afinal o que determina a evolução da oficina é a curiosidade e a riqueza de ideias que nascem da interação entre elas.

Em algumas oficinas, em planejamento paralelo, há propostas de voltadas à comunicação em inglês. Para tanto, a equipe de língua estrangeira elabora ações pontuais, que desdobram as ações das crianças na oficina para uso aplicado do idioma.

Já temos incríveis histórias para contar sobre este trabalho desenvolvido nas oficinas. Aqui vão algumas janelas para a beleza que está sendo aqui produzida!

Entra comigo?

A pergunta foi o convite para que pais e familiares pudessem participar de um momento de acolhida das crianças no 1º ano.

A preparação do espaço e das propostas que receberiam os adultos foi feita com muito cuidado pelas próprias crianças. Planejaram todos os detalhes, pois desejavam deixar o espaço bem organizado e interessante aos olhos de todos!

Alguns desafios que compõem a rotina do 1º ano estiveram presentes, convidando assim os familiares a compartilhar ideias, colocar a mão na massa e viver uma experiência de entrega à brincadeira e à infância.

Foi uma troca de saberes: crianças ensinando os pais e vice e versa. Nos espaço ficaram as marcas desta experiência: construções, pinturas, esculturas, desenhos e muitas outras imagens, frutos da interação.

É claro, porém, que as memórias deste singelo momento ficarão marcadas de outro jeito…

 

 

É carnaval!!!

A chegada no 1º ano

Olhinhos atentos e curiosos aguardavam a entrada no primeiro dia de aula no Fundamental I.

Como é o 1º ano? O que vamos fazer no Fundamental?

Como é minha professora? Quem serão meus amigos?

A novidade é sempre construída com muitas perguntas!

A adaptação ao novo é sempre feita em etapas, entendendo que os lugares, rotinas e pessoas pouco a pouco se tornarão familiares!

Passados os primeiros dias já percebemos a tranquilidade entre os grupos do primeiro ano, que produzem de forma afetuosa e interessada as primeiras experiências neste segmento.

As crianças movimentam-se pelo espaço já conhecido, que pouco a pouco se revela na identidade do grupo que agora o habita. Exploram cada lugar e encontram muitas possibilidades de aprendizagem!

As crianças são fortes e sábias, aprendem e ensinam, ousam, questionam, inventam e produzem cultura.

Nestes primeiros dias os alunos do primeiro ano já revelaram muitos saberes e desejos de aprender. Experimentaram novas brincadeiras, viajaram nas histórias, representaram o mundo através dos desenhos, criaram e deram formas para super construções e até arriscaram nas escritas e leituras.

Este é o início de uma fase nova da vida, que promete muitas descobertas, desafios e conquistas.

Que bom! Vocês estão aqui!

 

Equipe Villare

 

O maravilhoso mundo dos contos de fadas – 1ºs anos

Neste semestre, os alunos dos 1ºs anos desenvolveram o projeto da reescrita do conto de Chapeuzinho Vermelho e vibraram com as aventuras encontradas nas histórias.

Tudo começou com a chegada de uma carta misteriosa para cada turma e escrita aparentemente pelas personagens dos contos, pois deixava algumas pistas. Foi um grande mistério para desvendar.

O encantamento continuou, quando as crianças receberam na escola uma cesta com os objetos dos contos e elas ficaram maravilhadas, explorando cada detalhe. Foi fantástico!

Realizaram leituras compartilhadas de muitas histórias e descobriram várias particularidades deste gênero, como: diferentes introduções mais específicas – “era uma vez”, “num reino tão distante”, personagens com nomes comuns ou apelidos, como João, Maria, Chapeuzinho Vermelho e muito mais.

Os alunos exploraram edições clássicas, como a de Charles Perrault e dos irmãos Grimm, e assim, nossos pequenos leitores foram transportados para um mundo onde tudo é possível: tapetes voadores, cachinhos dourados… Essa é a magia da fantasia!

Foi também com muita criatividade que as turmas construíram seus “lobos” e as fichas técnicas de cada um, revelando suas características e particularidades. Foi muito divertido!

Finalizamos este projeto, com o livro da reescrita do conto de Chapeuzinho Vermelho, um material rico em vivências e descobertas, para ser levado para casa por todos. As famílias foram contempladas com os autógrafos das crianças em um evento muito especial.

Contar histórias para as crianças é necessário e é importante que estes momentos se convertam em desenvolvimento infantil.

Vamos ouvir uma história?

Expedição Villare

 A Expedição Villare – Árvores do Espaço Verde Chico Mendes compreendeu duas etapas, um percurso monitorado pelo parque para apreciação das árvores estudadas pelos alunos do 5º ano e visita ao salão expositivo da Fundação Pró-Memória para conhecer o acervo da pesquisa exposto para os visitantes do parque.

 Os alunos receberam seus convidados no ponto de encontro (Globo Central), no Espaço Verde Chico Mendes, no horário definido para início da caminhada pelo parque, momento em que explicaram as espécies estudadas.

 Ao final do percurso visitaram a exposição.

Mostra Cultural 2016 – Villare Científica

O que está embaixo da terra? Por que o mar é salgado? Por que alguns animais foram extintos? 

As perguntas mobilizaram muitas investigações e no último sábado, 29 de outubro, recebemos amigos e familiares para compartilhar os diferentes percursos de pesquisa vividos pelas crianças do 1o ao 5o ano. Apresentamos nossa Villare Científica!

Diferentes instalações e provocações aos visitantes contaram a história deste rico trabalho de autoria, ao lado de muitas documentações e relatos das próprias crianças.

Mais um dia de muitos aprendizados na Villare! Parabéns à equipe e aos alunos por mais esta linda realização!