A coisa mais importante que aconteceu em minha vida foi aprender a ler. Desde então, passei a viver “grandes experiências” graças aos livros. “A leitura me mudou a vida”. (Mario Vargas Llosa)

A leitura é, sem dúvida, uma das atividades mais humanas que existe. A leitura é uma imensa fonte de prazer e chave para o aprendizado. Não há outra atividade mais produtiva para o aluno, especialmente no ensino fundamental. 

A leitura é ferramenta básica para o desenvolvimento da personalidade, assim como instrumento para a socialização e o sucesso escolar.  

Sem dúvida, o desenvolvimento da competência leitora não é tarefa fácil, pois para que ela aconteça muitos são os fatores envolvidos: cognitivo, sensorial, motor, emocional, social que devem ser combinados para atingir este objetivo. Além disso, o processo de ensino-aprendizagem da leitura requer que todos os agentes nela envolvidos, especialmente os pais e professores trabalhem de forma coordenada. 

Mas o que significa ler? A autora Isabel Solé (2002) defende que a leitura é um processo de interação que ocorre entre o leitor e o texto, destacando que o primeiro tenta, através do texto, atingir seus objetivos. Ela também afirma que o leitor tem a sua própria interpretação ou construção do texto, levando em conta os seus objetivos, interesses, conhecimentos prévios, etc. 

Na escola primária, a leitura é considerada como a mais importante ferramenta de aprendizagem porque orienta e estrutura o pensamento. Ler é compreender, interpretar, relacionar um texto, sendo mais eficaz se este se relaciona com outros conhecimentos, experiências anteriores.

Para as crianças na escola a leitura começa como uma aventura seja de fantasia ou realidade, que se torna mais significativa quando se integra às experiências pessoais. Quando as crianças lêem, não só aumentam o seu vocabulário, mas são capazes de tirar conclusões, emitir opiniões, fazer previsões e comparações, entre outras estratégias de aprendizagem.

Neste processo, família e Escola têm papel fundamental, pois é preciso que dêem importância à leitura. Assim como na escola, em casa os pais devem se sentar com seus filhos para ler ou podem estimular que leiam em voz alta e, em seguida, podem fazer perguntas sobre o que leram. Esta é uma atividade relativamente simples, mas que tem grande significado para a criança.

Outra alternativa para os pais é levar seus filhos a uma livraria, onde sempre há programas de leitura para as crianças. As crianças têm sua rotina de leitura na escola, mas esta também precisa ser consistente em casa, para que a criança dê valor a esta prática.

A Escola oferece aos alunos material de leitura, para que esta atividade aconteça em casa. Da mesma forma, nas livrarias e bibliotecas, as crianças podem ter acesso a uma infinidade de livros dos mais variados gêneros e títulos.

Não há desculpa para não ler em casa, pois esta é uma valiosa estratégia de aprendizagem e uma ótima oportunidade para a família se reunir, aproveitando este momento para compartilhar impressões, conclusões e o prazer pela leitura.

E, finalmente, vale lembrar que nunca é cedo demais para começar a ler para as crianças. Isso irá ajudá-los a descobrir o mundo ao seu redor. 

 

Silvia N. Gallo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *