É brincando que se aprende – Inglês no 1º ano do Ensino Fundamental I

O ato de brincar pode ser considerado, quase sempre, uma grande oportunidade de desenvolvimento para as crianças, uma vez que é por meio da brincadeira que se criam situações oportunas de aprendizagem, de experimentação do mundo e do senso de coletividade. É também em momentos de espontaneidade como esses que as mais diversas possibilidades se mostram presentes, sejam elas de criação, de relações sociais heterogêneas ou até mesmo do processo de construção da autonomia das crianças. O fato é que não podemos mais pensar que a ação de brincar restringe-se exclusivamente a um ato de entretenimento.

Nesse sentido, é tendo essa concepção de brincar como principal fio condutor de nossas práticas que concebemos as vivências de Língua Inglesa no período do Integral na Escola Villare. Embora muitas de nossas vivências abordem vocabulários e assuntos também trabalhados no período regular, é na amplitude de situações vivenciadas ao longo das brincadeiras que percebemos de maneira clara e evidente como as crianças vão, pouco a pouco, apropriando-se gradual e naturalmente desses vocábulos pertencentes a segunda língua.

Como exemplo desse processo natural de apropriação da língua estrangeira, temos alguns momentos vivenciados pelos alunos do 1° ano do Ensino Fundamental I durante sua permanência no Integral.

Nas fotos a seguir, durante um jogo com cartas, os alunos puderam experimentar diferentes formas de combinação de letras e figuras para formar novas palavras em Inglês que contivessem apenas três letras, tais como: dog, bee, cat, hat, etc. Além das habilidades linguísticas, nesse momento, outras competências também estavam sendo desenvolvidas, tais como: liderança, trabalho em grupo e comunicação.

Outra atividade envolvendo muita diversão foi confecção da My Family com a utilização de massinha. Nessa vivência, as crianças não só relembraram os vocabulários já aprendidos, como também produziram de maneira espontânea pequenas frases em Inglês.

4

Teacher, a girl é a mommy.” (Arielle, 1° ano)

5

Teacher, eu fiz toda a Family.” (Bianca, 1° ano)

A seguir, as crianças brincaram com Twister Game, elaborado e produzido pelas crianças do Integral do 2° ano. Aqui, além de usarmos o vocabulário de colors, também aproveitamos para colocar em prática os vocábulos de body, tais como: left hand, right hand, left foot, right foot.

7

Nessa vivência, por meio do uso de materiais não estruturados, as crianças precisavam construir sua própria house, sem esquecer, é claro, dos principais cômodos: bedroom, bathroom, living room and kitchen!

8   9

Outras brincadeiras que gostamos muito são aquelas praticadas em ambiente aberto. Nas fotos a seguir, vemos as crianças brincando do tradicional jogo British Bulldogs, na qual temos um principal bulldog que fica encarregado de pegar e transformar as demais crianças em novos bulldogs.

10    11

Com isso, as vivências de língua inglesa no período do integral visam proporcionar não somente momentos lúdicos, cujo foco concentra-se no ato de brincar, mas também visam ampliar o repertório das crianças de maneira a desenvolver pequenos projetos pensados e articulados de acordo com os interesses de cada grupo. Muito mais do que aprender palavras ou estruturas novas em uma segunda língua, queremos naturalizar o uso do Inglês de maneira a envolver cada vez mais nossos pequenos nesse novo universo linguístico a ser descoberto.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *