Interclasses 8º e 9º ano

Os alunos e as torcidas deram um show na sexta feira dia 18/08 nos Jogos Interclasses das turmas de 8º e 9º ano. Nossos alunos participaram e contagiaram a todos os presentes a cada lance nos jogos!

O evento teve início às 14h30 com a abertura e o juramento do atleta e contou com a participação de 153 alunos. Os alunos puderam interagir e jogar com diferentes salas e idades, acompanhados e supervisionados por professores e pela coordenação pedagógica e de esportes.

Participaram das disputas nas modalidades desenvolvidas nas aulas de educação física como futebol masculino, basquete feminino e dodgebol (queimada) misto, sendo premiados os primeiros e os segundos colocados de cada modalidade.

A cada jogo as torcidas empurravam as equipes com gritos, músicas e muita animação, contribuindo para animar os jogos e ajudando a somar pontos para sua sala.

Os jogos foram disputados e houve muito empenho, integração, respeito e espírito esportivo de todos os atletas.

Cada turma customizou seu uniforme, elaborando as táticas, as técnicas e as estratégias nos jogos. As substituições e o tempo que cada aluno ficou em quadra também foram de responsabilidade dos alunos.

Confiram os resultados dos jogos e a classificação geral do evento!

Parabéns a todos os participantes. Nos encontramos no próximo interclasses!

3º Etapa – Tênis de Mesa – Circuito Escolar

Nossos atletas de Tênis de Mesa participaram da 3º etapa da modalidade no Circuito Escolar, que foi realizada no dia 03 de junho de 2017.

Confiram abaixo os resultados:

  • Rian Fonseca Cabaleiro (Cat. Sub 09 masculino) – 1º colocado – série prata
  • Maria Clara Talavera (Cat. sub 11 feminino) – 3º colocado – série ouro.
  • Arthur Dias Bonavolonta (Cat. Sun 11 masculino) – 1º colocado – série prata

Parabenizamos os atletas pelo empenho e seriedade com que participaram da competição.

Já iniciamos a preparação para a 4º etapa, que acontecerá no segundo semestre. Aguardem notícias.

3º Etapa – Tênis de Mesa – Circuito Escolar

Nossos atletas de Tênis de Mesa participaram da 3º etapa da modalidade no Circuito Escolar, que foi realizada no dia 04 de junho de 2016.
Confiram abaixo os resultados:

  • Isadora Clemente Garcia (Cat. Sub 11 feminino) – 1º colocada série ouro
  • Erik Kenji Sakura (Cat. sub 11 masculino) – 3º colocado série ouro.
  • Laura Yumi Watanabe (Cat. Livre) – 3º colocada série única

Parabenizamos os atletas pelo empenho e seriedade com que participaram da competição.

Já iniciamos a preparação para a 4º etapa, que acontecerá no segundo semestre. Aguardem notícias.

Atividades esportivas e culturais – Ensino Fundamental e Ensino Médio

As atividades esportivas e culturais 2016 tiveram início no mês de Março – Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio.

Passado o período de inscrição e organização das turmas, o Espaço Poliesportivo e Cultural começou a receber os alunos para as diversas atividades oferecidas pela escola!

Dentre as modalidades, estão: Natação, Xadrez, Futebol, Tênis de Mesa, Ginástica Olímpica, Vôlei, Basquete, Handebol, Judô, Dança, Circo, Violão, Teclado, Coral, Projeto Rádio, Musicalização e Teatro.

A partir de 28 de março daremos início ao programa de treinamento esportivo em algumas modalidades para participação em competições, torneios e amistosos. Os professores já estão avaliando os atletas e organizando as equipes que defenderão a escola nestes jogos.

Desejamos as boas-vindas a todos os nossos “alunos atletas”, certos de que teremos um ano muito prazeroso com a prática esportiva e participação em atividades culturais, festivais e torneios.

1º Etapa – Tênis de Mesa – Circuito Escolar

Nossos atletas de Tênis de Mesa participaram da 1º etapa da modalidade no Circuito Escolar, que foi realizada no dia 19 de março de 2016.

O aluno Lucas Takeshi Kina (categoria sub 13 masculino) conquistou a terceira colocação na série ouro.

Parabenizamos os atletas pelo empenho e seriedade com que participaram da competição.

Já iniciamos a preparação para a 2º etapa, que deve acontecer em breve. Aguardem notícias.

20160322_150657000_iOS

Início das aulas de natação na Educação Infantil –

As aulas de natação, na Educação Infantil, começaram regadas de muita alegria!

A exploração da água e a vivência no meio líquido fazem parte do processo de adaptação – etapa de maior importância para a conquista da segurança e do prazer nas aulas de natação.

Os primeiros momentos da criança na piscina são para conhecer o espaço, os amigos e professores, bem como explorar o corpo e suas dimensões no ambiente aquático.

As brincadeiras, muito presentes no processo de adaptação, continuam sendo usadas ao longo do ano, pois são poderosas ferramentas para a aprendizagem.

Brincando as crianças se adaptam, superam seus limites e aprendem com prazer!

Em um cantinho… Uma surpresa! – Aulas de Dança na Educação Infantil –

A professora de dança, Cibele, preparou uma surpresa para os alunos.

Uma cabana?

Sim! Uma cabana na sala de dança!

A ideia promoveu uma experiência muito prazerosa. Os alunos soltaram a imaginação e dentro da cabana passearam por lugares diferentes: Uma floresta, uma caverna, uma noite com céu estrelado.

Através de diferentes músicas e ritmos eles dançaram livremente, expressando-se, sozinhos ou com os amigos.

Com os lenços dançaram ainda mais soltos, formando desenhos e explorando o material com o corpo. O momento tornou a vivência mais rica, representativa e divertida.

Foi uma aula muito alegre e especial para todos.

IX Recital Villare

A música envolveu a todos no IX Recital Villare, realizado nos dias 4 e 5 de novembro.

Aprendizes na prática do teclado e do violão, alunos do Fundamental I e II apresentaram um repertório variado, que envolveu música popular brasileira, clássicos do rock e músicas folclóricas de diferentes países.

Sob a orientação dos professores Marcos Jeferson e Gláucia Pina, os alunos tiveram oportunidade de viver a experiência de se apresentar em um palco, experimentando assim uma relação ainda mais intensa com a prática da música.

Reconhecemos o importante papel que a música desempenha na formação humana, o que ultrapassa os limites do domínio de um instrumento e atinge o campo da sensibilidade, da estética, da cultura e, portanto, da humanização.

Como linguagem da arte, a música é privilegiada no currículo da Villare desde a Educação Infantil, o que inclui o trabalho nas aulas de teatro, de musicalização, coral e prática de instrumentos.

Aproveitamos para parabenizar a equipe de música da Villare e nossos alunos pelas belas apresentações.

6º Etapa – Tênis de Mesa – Circuito Escolar Confiram os ótimos resultados de nossos alunos!

Nossos atletas de Tênis de Mesa participaram da 6ª etapa da modalidade no Circuito Escolar, que foi realizada no dia 07 de novembro de 2015.

A aluna Laura Yuni Watanabe conquistou a 2ª colocação da série livre feminino. O aluno Henrique Zalasar Faiçal foi o 2º colocado da série prata sub 11 masculino. Heitor Jardim Vieira conquistou a 2ª posição na série bronze sub 11 masculino. Isadora Clemente Garcia conquistou o 3º lugar – sub 09 feminino série única e Luiz Fernando Rodrigues conquistou a 2ª colocação da série bronze sub 15 masculino.

Parabenizamos os atletas pelos resultados expressivos e pelo empenho e seriedade com que participaram da competição.

Mostra de Teatro 2015

A VI mostra de teatro da escola Villare é motivo de orgulho por tanta criação sensível e de alto teor reflexivo.

Quando damos a oportunidade de crianças e adolescentes expressarem-se por meio da linguagem do teatro o resultado é um árduo trabalho coletivo que passa pelo viés do querer. Os alunos-atores são protagonistas do seu percurso de aprendizagem. Eles escolhem o tema, pesquisam, expressam suas opiniões, aprendem a trabalhar coletivamente. Isso propicia o ouvir o outro e a expor suas ideias com clareza, até chagarem no momento de criação do roteiro de encenação, que nada mais é do que dar espaço às vozes daquele coletivo.

Assim, a imaginação vem à cena, carregada de lógicas ilógicas, que perpassa pela brincadeira e o jogo. Chega ao enfrentamento do medo, mergulha em um clássico literário nordestino, escorrega nos contos tradicionais, ativa a memória  e conclui que acostumar-se não é a melhor maneira de viver.

O processo é intenso, a plateia vê apenas uma parcela da criação. Após quase um ano de experimentos, eles ganham a oportunidade de mostrar o resultado para um público externo à sala de aula. Um novo aprender fazendo é instaurado. Risos, lágrimas, suspense e inquietações que mexem além do palco são propiciados por meio de pequenos encantamentos poéticos que os alunos-atores promovem aos que os assistem.

A esses meninos e meninas criativos e sensíveis,  nossos parabéns!

 Elaine Ferreira

Professora